Javascript is required to view this map.

Hot Club Portugal

clubs

Em 1945 já se reuniam em casa dos irmãos Sangareau alguns entusiastas do Jazz, ou da música HOT em contraposição à música clássica. Luiz Villas-Boas, os irmãos Ivo e Augusto Mayer, Gérard de Castelo Lopes e a própria Helena Villas-Boas reuniam-se para trocar discos, escutar as novidades e tocar. O grupo foi-se alargando e organizando, de forma mais ou menos informal, sessões de jazz com músicos portugueses e estrangeiros que, estando de passagem por Lisboa eram convidados a juntar-se.

Com o terreno preparado para fundar um clube de Jazz, (uma vez que através de um programa de rádio reunia desde 1948 potenciais sócios com este propósito), este grupo, liderado por Luiz Villas-Boas passou ao passo seguinte, a sua formalização. A 16 de Março de 1950 foram aprovados os Estatutos do Hot Clube de Portugal com o slogan "Divulgação da Música de Jazz" .

Desta data em diante organizaram-se Festivais de Música Moderna, concertos com músicos famosos de Sidney Bechet a Count Basie, gravação de discos e muitas Jam Sessions. O Ford Perfect de Luiz Villas-boas, parava nas docas de Lisboa e enchia-se de músicos dos barcos de cruzeiro que aí estavam atracados, que iam tocar para o HCP até de madrugada, quando regressavam ao barco.

A instalação definitiva na Praça da Alegria deu-se no princípio dos anos 50 e esta cave é desde dessa altura local de romaria de músicos vindos de todas a partes.

O Hot Club é um dos mais antigos clubes de jazz da Europa e é concerteza aquele que se mantém a funcionar ininterruptamente há mais anos. A revista DownBeat, conceituada revista americana de Jazz, considera o HOT CLUB um dos melhores 100 clubes de jazz do mundo.

 

A sua importância na sociedade portuguesa foi oficialmente reconhecida, primeiro em 1995 pela concessão da declaração de Instituição de Utilidade Pública e mais recentemente quando recebeu o Prémio Almada Negreiros em 2001, e a Medalha de Mérito Cultural em 2004, ambos do Ministério da Cultura. Recebeu também a Medalha de Honra da Cidade, atribuída pela Câmara Municipal de Lisboa em 2005.